Raça Holandesa: características e peculiaridades.

Raça Holandesa para a criação

Raça Holandesa tem como principal característica a sua excelente capacidade leiteira. Em termos de produção, ela é a líder mundial. Por esse motivo, atualmente, o gado de leite holandês é o mais pesquisado no mundo, a fim de aperfeiçoar o trabalho de seleção e melhoramento da raça.

Que tal saber um pouco mais sobre essa raça?

História da Raça Holandesa

Não se sabe exatamente a origem da Raça Holandesa. Existem registros históricos que vão até o ano 2.000 a.C., onde conta-se que a domesticação desta raça aconteceu há 2.000 anos na Holanda setentrional e na Frísia, que possuem terras planas e pantanosas, e também na Frísia Oriental, onde atualmente encontra-se a Alemanha. Há relatos de que o gado veio da Lombardia, junto com tribos frísias e batavas, seguindo o curso do rio Ródano. Existem também ilustrações que mostram que são animais de origem grega. Ou seja, não há um entendimento definitivo sobre a real origem da Raça Holandesa.

Características físicas

As vacas Holandesas são de grande porte, bastante pesadas e com uma ampla caixa óssea. Tem como características físicas principais a cabeça, que apresenta uma parte superior extensa, olhos grandes e escuros e órbitas salientes, com chifres que ficam para frente e têm as pontas escuras, além de possuírem uma fonte nasal estreita e levemente alongada. O focinho e a cavidade bucal são grandes, e as narinas são dilatadas e escuras.

Quanto à pelagem, existem vacas que possuem o pêlo em preto e branco, ou vermelho e branco. Possuem pele espessa, e suas mamas possuem grande capacidade de armazenamento. Em relação ao peso dos animais desta raça, os touros variam em torno de 900 kg a 1000 kg, e as vacas entre 550 kg a 600 kg. As novilhas conseguem ter a primeira cria aos 2 anos de idade, e os filhotes nascem, em média, com 38 kg.

Raça Holandesa no pasto

Outros diferenciais da raça

A Raça Holandesa possui qualidades indiscutíveis. Como dissemos anteriormente, uma delas é a sua extraordinária capacidade de produzir grandes volumes de leite diariamente, e isso se deve ao fato desta raça ter longos períodos de lactação. Cada vaca é capaz de produzir mais de 50 litros de leite em um mesmo dia, em cerca de 3 ou 4 tiradas – característica que gera grande lucratividade ao criador.

Para os criadores que têm parte de sua receita proveniente da comercialização de animais e dependem de leilões e participações em exposições, existe uma boa variedade na Raça Holandesa para escolher animais com avaliações genéticas e corporais positivas. Já para o produtor que depende da comercialização de leite, as características que devem receber maior atenção são as de sistema mamário, pernas e pés.

Outro ponto que destaca a Raça Holandesa das demais é o notável melhoramento alcançado em volume – ou quilogramas – de gordura e proteína. Embora a raça seja reconhecida pela produção de leite, também ganhou atenção do mercado de carne por parte dos criadores, que a partir de 1980 estabeleceram um programa alternativo de cruzamentos com raças especiais para corte.

Uma das vantagens da Raça Holandesa é que ela conta com uma grande diversidade de material genético, e com a possibilidade de escolha de material de centenas de reprodutores provados de diferentes linhagens e famílias. Este processo acontece, por exemplo no cruzamento com a gado Gir, dando origem à gado Girolando.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s